Logo | Whare Seguros

O Plano de Saúde cobre atendimento psicológico e psiquiátrico?

05/11/2021
|
3 min.

Quando pensamos em cuidar da nossa saúde não podemos esquecer que ela engloba o nosso bem-estar físico e mental. Além de consultas médicas e exames de checkup, é importante cuidar das nossas questões internas.

A imagem mostra uma pessoa escrevendo em uma prancheta e há um paciente ao fundo.

O acompanhamento psicológico ou psiquiátrico nos ajuda a analisar e entender estas questões para superar possíveis problemas. Não é necessário ter uma doença diagnosticada para procurar o atendimento desses especialistas.

A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) estima que a demanda por atendimento em consultórios particulares aumentou 82% nos últimos meses, em todo o país. Diante deste cenário, muitas pessoas se perguntam se o Plano de Saúde oferece cobertura para atendimento psicológico e psiquiátrico. 

Confira quais são os casos no qual o Plano de Saúde cobre o atendimento psicológico e psiquiátrico.

A cobertura do Plano de Saúde

A Agência Nacional de Saúde (ANS) regula, monitora e normatiza a esfera privada da saúde, garantindo a cobertura do tratamento psicoterápico, psicológico e psiquiátrico.

A legislação prevê a cobertura de todos os transtornos mentais listados na Classificação Internacional de Doenças (CID), incluindo os transtornos relacionados a intoxicação ou abstinência causado por substâncias químicas.

Portanto, em relação ao tratamento psiquiátrico e psicológico, o Plano de Saúde deve cobrir: 

  • Consultas;
  • Tratamento com Psiquiatra ilimitado;
  • Internação Psiquiátrica hospitalar ilimitada;
  • Exames laborais diagnósticos;
  • Hospital-dia;
  • Lesões decorrentes de tentativas de suicídio;
  • Emergências decorrentes a transtornos mentais;

Como funciona:

Para poder se consultar com um psicólogo ou psiquiatra do convênio, muitas vezes, é necessário ter um pedido de encaminhamento feito por um médico, por exemplo, um clínico geral. O médico fará um pedido explicando a situação do paciente para que ele possa solicitar a sua primeira sessão com um especialista.

O Beneficiário do Plano de Saúde tem direito a 40 sessões de acompanhamento psicológico por ano de contrato. Para isso, é necessário ter um dos seguintes diagnósticos:

  • Diagnóstico primário ou secundário para transtornos de humor;
  • Diagnóstico primário ou secundário para síndromes comportamentais que são associadas a fatores físicos e problemas fisiológicos;
  • Diagnóstico primário ou secundário de transtornos de desenvolvimento psicológico;
  • Diagnóstico primário ou secundário de transtornos delirantes, esquizotípicos e esquizofrenia.

No caso de tratamentos psiquiátricos são disponibilizadas 12 sessões por ano, disponíveis para o paciente que possui os seguintes diagnósticos:

  • Diagnóstico primário ou secundário para transtornos de humor;
  • Diagnóstico primário ou secundário de transtornos de desenvolvimento psicológico;
  • Diagnóstico primário ou secundário para síndromes comportamentais que são associadas a fatores físicos e problemas fisiológicos;
  • Diagnóstico primário ou secundário para transtornos relacionados ao estresse e neuróticos;
  • Diagnóstico primário ou secundário para transtornos da infância e adolescência;
  • Diagnóstico primário ou secundário para transtornos comportamentais e mentais por consequência do uso de substâncias psicoativas.

Reembolso para consulta com psicólogo e psiquiatra

Caso você tenha escolhido um profissional que não faz parte da rede credenciada do seu Plano de Saúde, o reembolso das sessões com psicólogo e psiquiatra pode ser uma alternativa para pagar menos pelas terapias.

Como as regras são diferentes para cada Operadora, é importante verificar se o seu Plano de Saúde inclui reembolso para estas modalidades.

Caso seja possível pedir reembolso, o beneficiário deve fazer a solicitação junto à Operadora com a documentação necessária e dentro do prazo estabelecido.

Consulte um especialista em Planos de Saúde 

Todas as informações sobre a cobertura do seu Plano de Saúde devem constar no contrato. Em caso de dúvida, consulte um especialista em Planos de Saúde, o corretor é a pessoa mais indicada para realizar qualquer orientação sobre os procedimentos e solicitações.

imagem de capa para assinatura de pedro oliveira
Pedro Oliveira
Administrador de empresas e corretor de seguros.
Sócio diretor da Whare Consultoria em Planos de Saúde e Benefícios.
Experiência de 17 anos na área de planos de saúde.
Susep 20.2023853.3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Descubra como funciona o Plano de Saúde coletivo por adesão conferindo os principais detalhes e vantagens sobre esse produto.
Ler Mais
Confira algumas sugestões de ações, práticas e estratégias para reduzir o índice de sinistralidade do Plano de Saúde Empresarial.
Ler Mais
1 2 3 21
Faça sua cotação aqui!
Aproveite melhores condições ao contratar um plano de saúde de acordo com a sua formação/profissão ou categoria estudantil.
*A redução de até 40% é com base no histórico de vendas realizadas para clientes com plano vigente há mais de 2 anos.
Plano de saúde empresarial para pequenas e médias empresas de 2 a 199 vidas com o CNPJ ativo. A disponibilidade e as características das redes médicas, preços e/ou benefícios estão sujeitas a alterações e podem variar conforme a operadora de saúde escolhida e as condições contratuais do plano adquirido. A aquisição de um plano de saúde empresarial trata-se de uma nova contratação e não implica na manutenção e/ou continuidade de planos anteriormente contratados. Este material contém informações resumidas, para mais informações sobre cobertura, rede médica, CPT, carência, preço e benefício entre em contato com um consultor.

CNPJ: 32.291.145/0001-85
WhareCorp Consultoria e Corretora de Seguros Ltda | Direitos Reservados 2022
magnifiercross