Solicite sua cotação
Logo | Whare Seguros

Devo declarar o Plano de Saúde no Imposto de Renda?

25/10/2021
|
3 min.
A imagem mostra a ilustração de uma familia e de um estetoscópio | Whare Seguros

Segundo o FISCO, no ano de 2020 cerca de 900 mil declarações foram retidas pela Receita Federal e aproximadamente 26% apresentaram inconstâncias nos valores relacionados à despesas médicas.

Afinal, devo declarar o Plano de Saúde no Imposto de Renda?

Realizar a declaração do Plano de Saúde no Imposto de Renda é opcional, entretanto, o contribuinte que opta pela declaração completa do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) pode deduzir as despesas médicas. 

Confira como declarar o Plano de Saúde no imposto de renda e gerar a dedução de custos.

Quem pode declarar o Plano de Saúde no Imposto de Renda?

Para que o contribuinte possa deduzir os custos do Plano de Saúde no imposto de renda, é necessário que ele arque com 100% ou parte do valor do Plano (coparticipação). Portanto, beneficiários do Plano de Saúde empresarial, em que a empresa cobre o valor total, não têm direito a essa vantagem.

As pessoas que podem declarar o Plano de saúde no Imposto de Renda são:

Como declarar o Plano de Saúde no Imposto de Renda?

Durante o procedimento da declaração do Imposto de Saúde é possível escolher entre dois modelos, sendo eles:

  • Modelo Simplificado: não há necessidade de comprovantes, já que é considerado um abatimento único de 20% do valor, sobre o cálculo do imposto;
  • Modelo Completo: esse modelo é calculado com todas as deduções previstas por lei, assim como despesas médicas com Planos de Saúde. 

Como lançar despesas médicas no Imposto de Renda?

A declaração do Plano de Saúde deve ser realizada a partir da ficha de “Pagamentos e Doações Efetuadas”. Também é necessário informar o gasto total feito no ano fiscal.

Além disso, os comprovantes do Planos de Saúde no Imposto de Renda devem conter CNPJ, nome e endereço da empresa do convênio contratado. 

As regras para declarar o Plano de Saúde no Imposto de Renda

Para evitar cair na malha fina, o contribuinte precisa entender como realizar a declaração do Plano de Saúde no Imposto de Renda, seguindo os passos estabelecidos no site da Receita Federal.

Planos individuais

Para realizar a declaração do plano de saúde individual é necessário solicitar para a Operadora/Seguradora de Saúde um informe de todos os pagamentos realizados no último ano. 

Reembolso 

A dedução do Plano de Saúde com reembolso pelo Imposto de Renda será feita considerando a diferença entre o valor gasto e o reembolso realizado pela empresa.

Para isso é necessário preencher corretamente a ficha de “Pagamentos Efetuados” da declaração, confira um passo a passo de como preencher corretamente:

Passo 1. Informe no campo “Valor Pago” o valor total da despesa;

Passo 2. Informe no campo “parcela não dedutível/valor reembolsado” o valor que foi reembolsado pela empresa;

Passo 3. Guarde os comprovantes como recibos e notas fiscais das despesas dedutíveis.

Recomendamos que o comprovante permaneça guardado por no mínimo 5 anos a partir de 1° de janeiro do ano seguinte à declaração, para caso ocorra a necessidade de apresentá-los à Receita Federal.

Dependentes

Para deduzir os gastos com Plano de Saúde do dependente, é necessário cadastrar a pessoa na ficha de “Dependentes”, na página da declaração, informando o CPF e nome completo da pessoa, além de estar atento às regras do RIR.

Planos empresariais e de coparticipação

As empresas que oferecem esse benefício, cobrindo 100% das despesas geradas pelo Plano de Saúde, podem deduzir o valor do Imposto de Renda.

O beneficiário tem direito à restituição, apenas em casos onde o Plano de Saúde é por meio de reembolso, sendo necessário realizar o passo a passo mostrado no último tópico, para comprovar as despesas e garantir a dedução. 

Todas as despesas dedutíveis declaradas precisam ser comprovadas. 

Não dependentes

Caso o contribuinte pague o Plano de Saúde de um não dependente, como cônjuge ou pais, essa informação deve ser lançada na declaração do Modelo Completo, porém, não será possível receber a dedução.

Você sabia que declarar o Plano de Saúde gera dedução de custos? Comente e compartilhe!

imagem de capa para assinatura de pedro oliveira
Pedro Oliveira
Administrador de empresas e corretor de seguros.
Sócio diretor da Whare Consultoria em Planos de Saúde e Benefícios.
Experiência de 17 anos na área de planos de saúde.
Susep 20.2023853.3

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Todos os campos são obrigatórios
Descubra se as doenças e lesões preexistentes impedem a contratação do Plano de Saúde e o que acontece nessas situações.
Ler Mais
Veja quais são as principais características do Plano de Saúde coletivo por adesão para conhecer um pouco mais sobre essa alternativa para grupos especiais.
Ler Mais
1 2 3 50
Faça sua cotação aqui!
Aproveite melhores condições ao contratar um plano de saúde de acordo com a sua formação/profissão ou categoria estudantil.
Hospitais de preferência, quanto deseja pagar ao mês, plano de saúde atual (se tiver) e etc.
*A redução de até 40% é com base no histórico de vendas realizadas para clientes com plano vigente há mais de 2 anos.
Plano de saúde empresarial para pequenas e médias empresas de 2 a 199 vidas com o CNPJ ativo. A disponibilidade e as características das redes médicas, preços e/ou benefícios estão sujeitas a alterações e podem variar conforme a operadora de saúde escolhida e as condições contratuais do plano adquirido. A aquisição de um plano de saúde empresarial trata-se de uma nova contratação e não implica na manutenção e/ou continuidade de planos anteriormente contratados. Este material contém informações resumidas, para mais informações sobre cobertura, rede médica, CPT, carência, preço e benefício entre em contato com um consultor.

CNPJ: 32.291.145/0001-85
WhareCorp Consultoria e Corretora de Seguros Ltda 
Todos os direitos reservados © 2024
Site atualizado em:
14:58 | 28/02/2024
Faça sua cotação via WhatsApp!
Ligue para fazer sua cotação
magnifiercross